Por um natal mais festivo

por Monique Burigo Marin às 3:19 PM
Ilustração: Diniece
Barbudo,

Sei que já passei da idade de escrever cartas pro senhor, sei que puxei a barba dos teus assistentes e não acreditei em ti. Mas hoje, eu fecho os olhos e torço tanto, tanto, para que a magia do natal não se perca.
Sabe, Noel, eu sei que existe uma porção de crianças que foram boas a vida inteira e ficarão sem presente neste natal. Como posso, então, acreditar na tua existência?
Há relatos de que fizeste milagres, não acredito, para mim, a tua simples existência já seria por si só um milagre. Um milagre lindo e aconchegante que traria esperança ao mundo.
Então eu ignoro o meu ceticismo e não quero nem saber se foste inventado pela Coca-Cola ou se és mero símbolo do cristianismo. Não quero saber.  Eu tento acreditar, porque preciso, que o bom velhinho está em algum lugar lendo esta carta enquanto os duendes empacotam os presentes.
Se eu fosse você, Barbudo, deixaria doces embaixo do meu pinheiro – pode ser até um sonho, ou dois – junto com a máquina de fazer nuvens de algodão. E não me esqueceria das crianças sem endereço, pois são as que mais precisam daquele embrulho mágico que guarda os sonhos realizados. E faria isso sem demora, antes que o teu trenó movido à esperança pare de funcionar.

                                                                                       Isso É uma ameaça,

                                                                                                                     Boa Menina


*E para você que está cansado de esperar por um milagre: Doe, doe-se.

Monique Burigo Marin

8 comentários on "Por um natal mais festivo"

gabs on 22 de dezembro de 2010 18:04 disse...

Muito bom, eu nunca fui de acreitar em papai noel, mas tem crianças que precisam deste barbudo, e as vezes nós podemos ajudar essas criançar a terem esperança.

Veleidade on 26 de dezembro de 2010 13:11 disse...

Muito bom!!! Um modo pueril para tocar o leitor de certas realidades. Parabéns!

Dan Arsky Lombardi on 28 de dezembro de 2010 07:56 disse...

Que ameaça inocente e doce.

Iguimarães on 30 de dezembro de 2010 17:30 disse...

Maneira a foto.
Como sempre muito bom.
Quem sabe o papai noel atende
hehe

Luci on 9 de janeiro de 2011 14:02 disse...

Também tenho essa idéia hipócrita do natal. Na mídia só vemos imagens lindas de famílias se presenteando, crianças abrindo seus presentes etc
Mas aquelas crianças pobres que não vão ganhar nada ninguém mostra.
Já fiz trabalho voluntário e era triste ver crianças pedindo uma cama p/ dormir porque a única da casa tem q dividir com toda a família.

Mari on 9 de janeiro de 2011 17:55 disse...

Vc é simplesmente doce nas palavras, mas ameaçadora! rs Um chocolate com pimenta, o Natal deve ter providenciado mais ajudantes.

Stella Valim on 15 de janeiro de 2011 10:50 disse...

Nossa, muito bom, adorei seu blog de verdade, muito bom mesmo.
http://garotasnasruas.blogspot.com/

Tatyana França on 17 de janeiro de 2011 12:19 disse...

"Já faz tempo que pedi, mas o meu Papai Noel não vem. Com certeza, já morreu ou então felicidade é brinquedo que não tem"...

 

Template e imagens do layout por Wiliam Jose Koester.