SOBRE JUJUBAS E ELEFANTES MURCHOS

por Monique Burigo Marin às 12:20 PM

Texto e desenho retirados do blog Oitocentos Gritos Mudos, autoria do gritador Dan Arsky, cujas palavras povoam meus pensamentos constantemente. 



Uma colega de caneta, dessas que a gente não conhece pessoalmente, mas já leu uma verdadeira antologia de produções da pessoa, sempre soltava sua máxima: "Jujubas e Elefantes Murchos".
Ora, diabos, se estes elefantes estão murchos, por que não comem as jujubas?
Na verdade, eles comiam, mas as jujubas eram pedriscos e aqueles paquidermes eram daltônicos.

- Hey, Sr. Elefôncio! Estas jujubas são pedras, não está vendo?
- Para mim são jujubas, e muito saborosas!
- São pedras, sua besta! Veja!

Foi aí que o elefante murcho secou de vez. A epifania forçada lhe fez mal. A verdade doía como agulhas debaixo da unha.
Mas num dia de seca, olhou para as pedras e sorrindo as alcançou com a tromba.
O velho ranzinza, aquele epifanista magro e nojento, já gritou de longe:

- E falam da memória do elefante! Já te disse que são pedras! Pedras!
- Não são, são jujubas! - e seguiu comendo. E ainda de boca cheia complementou para o velho:
- Você que sempre viu errado.

E o velho colocou umas pedras na boca e mastigando, perdendo dentes disse:

- E não é que são jujubas mesmo!?

2 comentários on "SOBRE JUJUBAS E ELEFANTES MURCHOS"

Dan Arsky Lombardi on 30 de setembro de 2011 21:07 disse...

Estou muito feliz de ver um texto meu aqui. Talvez não seja essa a idéia (sim, com acento e para sempre assim) que levou você a nomear assim esse espaço, mas é uma história doida que surgiu na minha mente e se veio parar aqui é porque valeu de alguma coisa.
Obrigado! =)

Marina Sena. on 2 de outubro de 2011 00:16 disse...

muito foda, parabéns, Dan Arsky.

 

Template e imagens do layout por Wiliam Jose Koester.