Secreto

por Monique Burigo Marin às 7:56 PM

Hoje eu não quis ser a mesma de sempre. Não sequei o cabelo depois do banho. Deixei cada gota gotejar o seu instante secreto de felicidade. Senti a água correr pelas costas. Um trajeto agonizante e frio, arrepio. Arrepio.


Monique Burigo Marin

9 comentários on "Secreto"

Bruno Costa on 3 de novembro de 2010 20:12 disse...

As vezes é preciso nos esquecer de quem somos se queremos diferir e sentir as coisas diferentemente de como as sentimos. Assim, saimos do lugar do mesmo.

Nicelle Almeida on 3 de novembro de 2010 20:20 disse...

Todo mundo tem seus dias de ser uma metamorfose e fugir um pouco da rotina.
Adorei o post e tb o seu blog. Estou te seguido, me segue tb?
Beijos!!!!!
www.nicellealmeida.blogspot.com

Inez on 3 de novembro de 2010 21:02 disse...

Embora nossa vida aparentemente seja uma rotina a cada dia acordamos uma pessoa diferente.

Vii Lazzarotto on 3 de novembro de 2010 23:19 disse...

Gostei da proposta do seu blog (:
Parabéns!

Francisco Jamess on 4 de novembro de 2010 22:00 disse...

"Clarice saiu do chuveiro e foi para o quarto, nua, sem toalhas, gotas de água fria pingando por todo chão atrás dela, deslizando pelo seu corpo, escorrendo dos cabelos negros e longos até os pés leves no chão vermelhão. Marcos estava sentado à escrivaninha, trabalhando em um conto, e não percebeu quando sua mulher entrou pela porta e só a notou quando ela o girou na cadeira e sentou no seu colo, enlaçando-o com as pernas."

http://baiucadobardo.blogspot.com/2010/01/formigas-flutuam-nos-rios-do-inferno.html

o resto está no link acima, achei muito interessante esse post. é tão simples, mas é um ato de liberdade =]

tô te seguindo. gostei daqui.

beijo

Lina :) on 5 de novembro de 2010 17:06 disse...

Que saudaaaade de vir aqui e ler seus textos carregados de poesia, Monique!

Dan Arsky Lombardi on 6 de novembro de 2010 10:43 disse...

O arrepio é a razão pedindo pra parar e o coração pedindo para continuar.


Poucas palavras, muita potência. É o que eu costumo chamar de texto-tiro-de-bazuca.

Lina :) on 8 de novembro de 2010 20:12 disse...

Queria Medicina, sim, mas acabei desistindo. Quando coloco na balança, prefiro não fazer, por n motivos...
Então, Monique. Preciso atualizar lá, porque agora eu tou querendo prestar economia. HAUEHUAEH Sério, tou mais confusa do que sei-lá-o-quê.
Tá difícil... Eu gosto de tudo! Tudo mesmo.
Mas, enfim. Vamos ver, né?
Beijo.

gui on 20 de novembro de 2010 17:05 disse...

somos nós nossos próprios carrascos e salvadores. alternando a cada dia, mas sem controle.

 

Template e imagens do layout por Wiliam Jose Koester.