Explosivos

por Monique às 10:05 PM

O cenário é cinza e só. Até que uma garotinha aparece na cena – o cabelo rebelde, os olhos brilhantes, a boca cheia de açúcar, nas mãos um pacote de jujubas.
Ela imagina a rua e a rua aparece. Trás com ela a faixa de pedestres, dois carros coloridos que parecem de brinquedo, casinhas que parecem de bonecas e um desafio. – chegar ao outro lado. Ela nunca foi desafiada. A imagem congela, ela quer pensar. E Pensa, pensa e pensa... Não sabe como começar.
A imagem descongela sem que ela ordene. Alguém está falando, alguém está falando com ela. É um garoto de olhos cor de anis. Ele a fez uma pergunta, mas ela não ouviu. Ele repete pacientemente:
- Você quer ajuda para atravessar? – Ela faz que sim com a cabeça, ele a pega pela mão. As bochechas dela ganham cor, as pernas dela ganham vida. Direita, esquerda, direita, esquerda, dir... Terra firme. As mãos se soltam.
- Estou acostumado, sabe, a atravessar ruas. Você pega o jeito com o tempo. - diz ele.
- Obrigada... Quer uma jujuba? – ela lhe oferece o pacotinho.
- Posso pegar uma amarela?
- É claro que sim, as amarelas são minhas prediletas.
- Por que as quer compartilhar comigo então?
- Você vai entender depois que comer uma.
Ele havia aprendido que é arriscado aceitar guloseimas de estranhos. Mas soube sem saber como sabia que ela não lhe faria mal. Comeu. Houve uma explosão repentina... Alegria. Ele estava certo, ela estava certa também. Ele entendeu.
Ela deu uma risadinha abafada e surpreendeu-se logo depois. O cenário mudou completamente. Olá, outro planeta. Era a vez dele de imaginar. Imaginou um planeta pequeno, mas suficientemente grande para os dois. Fora de foco havia uma rosa protegida de sabe-se lá o que por uma redoma. Um pão de mel fosforescente nascia no horizonte, provavelmente era equivalente ao sol na Terra. Ela havia perdido o controle. Impedida como estava de imaginar, só observou...
Muito tempo se passou... Infinitos segundos de felicidade. Até que precisaram se despedir.
De volta à Terra, o sol estava se pondo por conta própria. Os pés tocaram a grama, os ventos da mudança sopraram sobre os dois. Observaram suas sombras: elas ainda estavam de mãos dadas.
Assim como jujubas amarelas ele lhe traz alegria. Às vezes a alegria é tanta que chega a doer. Precisa ser compartilhada. Já.

Monique.

8 comentários on "Explosivos"

Ju on 29 de maio de 2009 13:27 disse...

Oi!
Ain, muito lindo teu blog. Adorei o texto sobre as jujubas. Eu também adoro comer jujubas.
E também concordo que a felicidade senpre deve ser compartilhada.
Voltarei mais vezes aqui, com certeza.

http://juhhpink.blogspot.com

Rodolfo on 29 de maio de 2009 18:40 disse...

Gostei muito do texto, parabéns pela criatividade.

Danilo Moreira on 30 de maio de 2009 12:04 disse...

Texto muito doce, aliás, como tudo aqui.

O ser humano precisa de vez em qdo ler textos assim pra se lembrar de que ele é um ser de sentimentos, e nao apenas de desejos e metas.

Bjs!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

Mαяiн ♥ on 31 de maio de 2009 15:27 disse...

monique, monique...
esse seu texto é bem doce, mesmo!
Gostei do seu jeito de escrever, que mistura um pouco de filosofia com doces e ainda uma história bonitinha :')
eu li o pequeno principe e achei sua historia com um aspecto parecido;
muito bom MESMO !
só é uma pena que você não poste bastante. se você postasse mais DUVIDO que seu blog não tivesse uns 100 seguidores ;X
beijos&parabéns!

Suzy on 2 de junho de 2009 21:13 disse...

nhaii que texto mais bonitinho*_*
Teu blog é bem feminino^^Como um janelinha nos onhos de menina.
Adorei=D

Juliete on 3 de junho de 2009 13:05 disse...

Vou colocar como seguir teu blog. Qru voltar aqui mais vezes.

bju

Janaina Moraes on 3 de junho de 2009 17:06 disse...

Olá, estou passando apenas para lhe apresentar meus Blogs.

Outras Estórias traz resenhas dos livros que lí e algumas indicações sobre literatura.
http://aindamaisestorias.blogspot.com

Café Expresso é um blog que traz tudo sobre a cultura brasileira.
http://blogcafeexpresso.blogspot.com

Passe por lá e faça uma visita quando tiver um tempinho.

Viviane Souza on 5 de junho de 2009 02:19 disse...

Achei o título do blog muito original!
Legal seu texto!
Bj

 

Template e imagens do layout por Wiliam Jose Koester.