Solilóquio

por Monique Burigo Marin às 9:15 PM

- Talvez eu esteja tentando remendar cacos de vidro.

- Como naquela vez em que você quebrou o meu copo de requeijão.
- Não tinha cola.
- Não tinha agulha.
- Tinha linha.
- Eu tinha você.

(...)

- Talvez eu desista.
- Talvez você passe por cima disso.
- Talvez eu passe por cima disso e me corte tão fundo que nem consiga remover os pedaços.
- De repente você acaba por se adaptar ao corpo estranho dentro do seu.

(...)

- Talvez o corpo estranho seja eu. 


Monique Burigo Marin

4 comentários on "Solilóquio"

Anônimo disse...

Live, live, live live because you love love love
And love will make you give give give
And give in when you break,
But you just want to fix yourself
Just to break again

Anônimo disse...

" I wish I could do better by you....C@use th@t's wh@t you deserve....Please know th@t i'm yours, my be@utiful girl. "

City and Colour

Dan Arsky Lombardi on 11 de setembro de 2012 19:34 disse...

Uma vez eu pisei em um copo de whisky e cortei o meu pé. Fui para o hospital tomar pontos, doeu muito. Eu continuei igual, mas o copo nunca mais foi o mesmo.

Dan Arsky Lombardi on 11 de setembro de 2012 19:35 disse...

Não dá pra fugir de si mesmo (pelo menos, não por muito tempo).

 

Template e imagens do layout por Wiliam Jose Koester.