Pseudo-engano

por Monique às 9:12 PM
     
                                                                    Imagem: Jimmie Lundström
Façamos de conta que você ainda não bateu a porta na minha cara, e as luzes do cômodo estão acesas porque precisamos dela para ler as frases escritas nas paredes. Façamos de conta que você escreveu algo bonito sobre o dia que passamos juntos e me fez sorrir mostrando os dentes. Façamos de conta que este cômodo é grande o bastante para comportar as frases de uma vida inteira, de uma vida que é nossa. Façamos de conta que acordamos com a neve caindo atrás das janelas e atravessamos a porta que nos separa de nós mesmos. Façamos de conta que isso não mudou tudo. Façamos de conta que nada mudou. Façamos de conta que somos os mesmos de ontem, e ainda seremos os mesmos amanhã. Façamos de conta que curei meu vício e parei de me entupir com o morangos de Caio e com os morangos de Paul, Ringo, George e John. Façamos de conta que não me engano mais com os pseudo-frutos nem com os pseudo-amores nem com a tua pseudo-alegria. Façamos de conta já que, por enquanto, é só o que podemos fazer.

Monique Burigo Marin

8 comentários on "Pseudo-engano"

Mαrih Menezes; on 12 de janeiro de 2010 19:25 disse...

Monique, você escreve tãão bem *__*
Adoro suas palavras, suas histórias e suas situações.
A imagem da postagem combinou delicadamente com teu texto, e você citou Beatles *---*
Espero que esse caso tenha um final feliz.
"Façamos de conta que acordamos com a neve caindo atrás das janelas e atravessamos a porta que nos separa de nós mesmos."
Poético, maravilhoso :)

Beijos, Monique, e espero que você escreva mais :*

Gabriel on 14 de janeiro de 2010 02:21 disse...

oi Monique...
quanto tempo né!
e como vai a vida?
bem, dei uma de metido e dei uma lida no seu blog...
achei muito bom, seus textos, mesmo não sendo os meus favoritos
me fez enxergar um pouco mais alem...
você tem um grande facilidade com as palavras, e isso deixa o texto bom de se ler
ficou muito bom esse texto... ^^

beijos monique, quero continuar lendo seus textos xD

Cássio on 17 de janeiro de 2010 22:14 disse...

Olá, apesar de n gostar muito do tema, o texto foi interessante! ^^
Eu voltei com o blog, dei uma repaginada, se quiser passar por lá está feito o convite!
=*
http://www.sprechstdu.blogspot.com/

feя. on 20 de janeiro de 2010 15:11 disse...

Monique,
minha escritora preferida (depois da Clarice)... rsrs

Desculpa se me torno repetitivo, mas é culpa exclusiva da sua excelência com as palavras e os sentimentos.
Adorei o texto!!
até... ^^
-fer.

Marina Beatriz on 24 de janeiro de 2010 14:15 disse...

Faço de conta que você ainda está perto daqui. (l)

m_s_mito on 25 de janeiro de 2010 23:42 disse...

Belo texto... Mas às vezes, às vezes, pseudo-amores dão pseudo-frutos que podem dar felicidades verdadeiras... Pseudo-otimista...

Juliana Oliveira on 31 de janeiro de 2010 00:54 disse...

- Li o seu blog e achei o muito fofo. Escreve muito bem e me identifiquei muito com a sua escrita. Além de ser livre e solta. Muito bom mesmo, Bjus

dianaBruna on 3 de fevereiro de 2010 20:41 disse...

Façamos de conta que nada mais no mundo importa, só a alegria que as palavras nos fornecem!
=*
Seguindo vc!

 

Template e imagens do layout por Wiliam Jose Koester.