O Primeiro Vôo

por Monique às 12:46 PM
Você, que carrega pelas ruas esse balão que não tem o ar dos meus pulmões, esse balão que me angustia. Você, que não se cala nem quando está dormindo e gosta de contar histórias para quem quiser – e para quem não quiser – ouvir. Você, que brinca com a comida e bebe a água que cai do céu, que rala os joelhos na estrada e ri da própria dor. Você, que ainda não sentiu dores piores, mostra para mim o seu sorriso de menina que tem as janelas mais vivas que já vi na vida. Você, que ri só de pensar em cócegas e esconde-esconde o próprio esconderijo para ninguém mais encontrá-lo. Você, que está sempre tão presente, não voe para tão longe de mim com seu balão de gás.


Monique.

8 comentários on "O Primeiro Vôo"

wiliam. on 7 de novembro de 2009 08:42 disse...

encontrastes uma boa imagem afinal... se ela for embora mesmo, espero que alguma brisa leve seus balões de volta pra você.

Diego Janjão on 7 de novembro de 2009 09:52 disse...

OO', caramba, acho que foi a coisa mais bela que já li!

Parabens!

o importante eh q vc naum deixe essa menina morrer de dentro de vc!

Marcelo on 8 de novembro de 2009 02:05 disse...

Fodástico esse pequeno texto! Amei ^.^

Desirée on 9 de novembro de 2009 14:39 disse...

Amei o texto... to seguindo o blog, bjj

feя on 9 de novembro de 2009 19:53 disse...

é dos fatos mais corriqueiros e até idiotas, se me permite, que saem as melhores obras.
Eu me pergunto como vc pode ser tão minuciosa na observação desinteressada desses fatos, Monique.
Adorei!
até...^^

Edilene on 11 de novembro de 2009 17:46 disse...

Achei seu blog super meigo.

Parabens

Renata Mulinelli on 12 de novembro de 2009 17:20 disse...

muito fofo o teu blog! e o texto, um amor também, na simplicidade se tornou marcante..
"Coisa simples é lindo, e existe muito pouco" (caio fernando abreu)

leo on 19 de novembro de 2009 18:03 disse...

doce! muito doce!

demais!

;**

 

Template e imagens do layout por Wiliam Jose Koester.