Fantasma Invisível e Tolo

por Monique às 1:15 PM

O mundo girava, e ela podia sentir, o chão se abria logo abaixo, mas não era algo que importasse, ela nem ao menos necessitava do chão, andava nas nuvens e morava na lua. Até que um dia o vento fez seu equilíbrio desequilibrar-se, logo o vento que ela venerava. Caiu em uma nuvem muito baixa, sentiu o perigo se aproximar, estava fraca, vulnerável, ferida, quebrada, desequilibrada, afetada. Derrotada? Jamais.
Ela sentiu a brisa tocar-lhe a face, os ventos pareciam mudar de direção. Estava assustada. Precisava fugir dali, para qualquer lugar. Sozinha. Com seus pensamentos interrompidos.
Ela era invisível, e nem sequer precisava de capas mágicas ou de esconderijos. Era um fantasma pairando sobre o céu cinzento de algum mundo perdido. Ela olhava ao seu redor, e lá estavam elas, as pessoas que sorriam, para ela? Mas é claro que não, ela era só um fantasma invisível, e tolo.

Monique.

6 comentários on "Fantasma Invisível e Tolo"

Edward Stewart on 7 de setembro de 2008 14:23 disse...

Este seu texto é bem interessante e a foto que o acompanha é perfeita para ele! Gostei! Continue assim!

----------
http://covildeideias.blogspot.com/

Pedro Paulo on 7 de setembro de 2008 14:45 disse...

Muito Bom!!
Sucesso

P. on 7 de setembro de 2008 14:48 disse...

muito bom o texto..
adorei seu blog!

estou te linkaando, tudo beem?
beijos

A filha única on 9 de setembro de 2008 13:07 disse...

As vezes eu me sinto como essa garota,
sinto que mesmo não sendo invisivel, sou uma fantasma,
tola.
:**

Rodrigo Yoshizumi on 10 de setembro de 2008 18:29 disse...

primeiramente, valeu pelo comentário! ;)

li alguns dos seus textos por aqui... Parabéns!! muito interessantes...

:D

bjos!

Ronaldinho on 12 de novembro de 2008 19:41 disse...

demais de legal, gostei muito

 

Template e imagens do layout por Wiliam Jose Koester.